Deixe um comentário

JENNIFER CELIA HENRIQUE / REPRESENTANTE DE VENDAS – 38 ANOS / PAULADAS / 8ªDP / SC, FLORIANÓPOLIS

Amigos de Jennifer Celia Henrique dizem que ela foi morta a “pauladas” e uma fonte da polícia informou ao Jornal Conexão Comunidade que a cabeça tinha marcas de esganadura e lesões. Vítima havia registrado dois boletins de ocorrência (BOs) em delegacias relatando ter sido vítima de crimes de injúria, homofobia e agressão. O primeiro caso ocorreu em março de 2013, e outro registro ocorreu em 2016, por crime de injúria, e foi registrado na 6ª DP, a Delegacia da Mulher, na Agronômica. Nesse caso, Jenni relatou ter sido agredida por um homem que morava nas proximidades de sua casa, no Santinho. “O autor costuma frequentar os mesmos lugares que ela, e sempre tenta impedir a entrada da comunicante, xingando-a e expulsando-a, sendo que já chegou a agredi-la fisicamente. A comunicante narra que toda vez que o encontra passa por constrangimento e acredita que a motivação do autor seja a homofobia”, narra o BO registrado por Jenni em 2016. Jenni foi a 43ª vítima de homicídio em Florianópolis neste ano. A representante da OAB/SC afirma que, pela experiência que tem, o crime que vitimou Jennifer parece ter relação com a homofobia.

Jennifer Celia Henrique   jornalconexao   horadesantacatarina   noticias.r7

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s