Relatório 2018

Este site, que completa oito anos de existência, é sobre levantamento estatísticos de vítimas fatais do terror homotransfóbico no Brasil, e hospeda os Relatórios anuais do GGB – Grupo Gay da Bahia, (mais antiga associação de defesa dos direitos da população LGBT no Brasil), com atualização diária, é o único e maior Banco de dados sobre está pesquisa no país.

Um grande agradecimento são devidos aos membros militantes, administradores de grupos e ONGs, espalhados por todo Brasil, sem cujo apoio este site não seria possível.

Todo o material apresentado é recolhida a partir de fontes disponíveis publicamente. Atrás dos números brutos, o que importa são as vidas perdidas, documentadas em suas histórias tão tragicamente descritas.

[ATENÇÃO: VIOLÊNCIA. ASSASSINATO]

Nota importante: Links para relatos sobre vítimas específicas são susceptíveis de mudar. Quem quiser pode mandar notícias por aqui, com nomes, jornais, sites de origem, fotos ou ainda denunciar crimes que não saíram na mídia.

Aguardo tua colaboração.

Site por Eduardo Michels

Sem título

NEGAR A INCLUSÃO DA HOMOFOBIA A LEI CONTRA O RACISMO É INSTITUCIONALIZAR A PROPAGANDA HOMOFÓBICA!!

_________________

HOMOFOBIA MATA é o maior banco de dados .mundial sobre o homicídio e suicídio de LGBTI+ do Brasil. Ativo há 38 anos, não conta com nenhum apoio financeiro governamental. Ajude-nos a pagar as despesas de energia elétrica e internet. Um crime de LGBTIfobia a cada 19 horas! Entre nessa luta!

vakinha

Anúncios