Ativismo sob ataques

MILITANTES LGBTs ASSASSINADOS 

NO BRASIL

Fonte: GRUPO GAY DA BAHIA (Banco de Dados)

1. Claudio Rodrigues, 35, SP, bancário e universitário, fundador do Grupo Libertos, participou do I Encontro de Homossexuais Organizados em SP (1980), 5 facadas, corpo foi encontrado em seu apartamento em avançado estado de decomposição, 1982
2. José Albuquerque Porciúncula, Ze Popó, 41, Olinda,PE, engenheiro, Fundador do Grupo de Atuação Homossexual de Olinda, Gatho, afogado na piscina de sua casa por um rapaz de programa, 1995
3. Brenda Lee, transexual, fundou Casa Brenda Lee para travestis com Aids, tiro, S.Paulo, 1996
4. Alexandro de Jesus Nascimento, 25, professor de inglês, Presidente do Grupo de Homossexuais do Calafate, Salvador, facadas, 2002
5. Marcelo Hidalgo, Presidente do GAPA/DF, Brasilia, estrangulado e afogado, 2003
6. Marcos Andre dos Santos, Tabuleiro, AL, Vice Presdiente do Grupo Gay de Tabuleiro, espancamento, 10 tiros, 2004
7. Adamor Guedes, 40, Manaus, Presidente da Associação de Gays, Lésbicas e Travestis do Amazonas, facadas, 2005
8. Ana Paula (Paulo Sérgio de Souza Santiago), Porto Velho, Rondônia, 46, Presidente da Associação Projeto Vida, tiro, 2006
9. Luiz Palhano, Crateús, CE, doutor em pedagogia, professor universitário, militante do GRAB, 21 facadas, 2008
10. Gabriel Furkim, Curitiba, ex-coordenador do Grupo Dignidade, facadas, torturado, 2009
11. Sabrina Drumond, S.Luis, MA, 40, Presidente da Associação de Travestis e Transexuais do Maranhão, facada, 2009
12. Sidney Nascimento, travesti, 30 anos, assassinado com vários golpes de tesoura, Campo Grande, MS, colaborador da ATMS, Associação de Travestis do Mato Grosso do Sul, 2010
13. Jose Aparecido Moreira Souza, cabeleireiro, Jaru, Rondônia, CABEÇA esfacelada, militante do GrupoArco íris, RJ, 2010
14. Iranilson Nunes da Silva, 38 anos, Jacareí,SP, militante da ONG REVIDA, 2010
15. Camilee Gerin, de Campinas, do grupo Identidade: Grupo de Luta pela Diversidade Sexual. Morta à facadas e pauladas, 2010
16. Carlos Magno Abreu Ferreira, de Macaé, RJ, encontrado morto a facadas em seu apartamento, foi um dos fundadores do Movimento da Diversidade Social, MDS, onde foi diretor sócio-cultural, 2011
17. Ezequias Rocha Rego, 55 anos, professor, assassinado com um golpe de faca no pescoço, em Jacarecica, Alagoas. Ele é ex. diretor financeiro do GGAL, 2011
18. Lucas Fortuna, 28, jornalista, goiano, assassinado por espancamento na praia do Cabo de Santo Agostinho, PE, fundador do Encontro Nacional Universitário da Diversidade, 18-11-2012

19. Luiz Antônio Moura,(Guinha) tinha 41 anos, era militante da causa gay, Presidente de associação de moradores e fundador do Grupo Diversidade LGBT do Alemão. Ele é um dos personagens do filme Favela Gay, e relatou no documentário casos de perseguição a homossexuais e transexuais na comunidade. Foi morto a tiros no Complexo do Alemão em 2014.

20. Xaynna Shayuri Morganna,(Lili) era presidenta da Associação Grupo Gay de Cachoeira, Bahia e coordenou sete paradas LGBT, foi assassinada a tiros, por três homens, próxima a uma das principais praças da cidade em 27 de agosto de 2017.

21. Karina Fátima dos Santos, advogada de 38 anos, foi executada com três disparos contra a militante que integrava a Comunidade Independente de Betim (CIB) – movimento que defende direitos LGBT em 25 de julho de 2017.
22. Marcos Antônio Félix Pereira, professor de 43 anos, morreu estrangulado e foi encontrado desfigurado dentro de uma vala, em Paracambi. Félix foi candidato a vereador na cidade e segundo ativistas, era um militante da causa LGBT em 24 de junho de 2016
23. Vanessa, 35 anos, travesti, militante lgbt assassinada a tiros em Paranaguá em 8-4-2016,
24. André Pereira Santana, 28 anos, Primeiro Delegado da Conferencia Nacional LGBT, foi estrangulado em Canoas no dia 2-4-2016.
25. Sandro Martins dos Santos, 44 anos, vice-presidente do grupo LGBT em Marabá, foi morto brutalmente por golpes de arma branca, no Pará em 22/10/2017.

26. Felipe dos Santos Silva Parques, 26 anos, estudante da Ufba, militante do movimento LGBT, foi morto nas ruas pela violência cruel a tiros, em Salvador em 9/09/2017. 

27. Kyara Barbosa, 23 anos, estudante de Letras, era militante filiada ao PSOL e não aguentou a transfobia diária e a depressão, cometeu suicídio no Ceará em 4/12/2017.

 

Quem tiver correções ou acréscimos, favor comunicar aqui >>>   

O Dudu, responsável pelo importante blog “Quem a Homofobia Matou Hoje”, foi vítima de cárcere privado no Rio de Janeiro, um ataque homofóbico contra ele e seu companheiro movido pelos vizinhos. 

homofobia-mata-500x300

O Criador deste site, que alimenta a imprensa nacional e internacional com os dados dos crimes do pais onde mais se mata LGBT em todo o mundo. Nenhuma matéria, reportagem ou artigo que aborda os crimes contra LGBT deixam de mencionar o trabalho de investigação feito pelo GGB através do Eduardo Michels, foi ele mesmo violentado pela homofobia. Homofobia que tenta destruir não somente um casal gay, mas a causa LGBT dado que é esse blog que garante a visibilidade das estatísticas dos crimes cometidos contra os nossos pares. Crimes que se estendem à civilização brasileira.

_______________________________

Anúncios